Parque Nacional da Tijuca volta a receber visitantes

A reabertura será gradual, com foco em atividades físicas ao ar livre, sem aglomerações e com mensagem para o visitante se movimentar.

Desde o dia 9, uma das atrações turísticas mais concorridas do Brasil já pode ser visitada: o Parque Nacional da Tijuca, no Rio de Janeiro. A retomada das atividades está sendo feita de forma gradual, obedecendo a todas as medidas para garantir a segurança e a saúde dos visitantes. Entre as medidas adotadas, está a redução no número de visitantes e o distanciamento mínimo de dois metros entre as pessoas.

O Cristo Redentor. Ao fundo, a Floresta da Tijuca e a cidade do Rio de Janeiro. Foto: ICMBio

 

O acesso e a prática de voo livre na Pedra Bonita estarão autorizados, desde que sigam as recomendações para a entrada na unidade e a determinação do Plano de Retomada da prefeitura do Rio. A área do Parque Lage, que fica dentro do Parque Nacional da Tijuca, também reabre, porém, com a manutenção do fechamento de locais que permitem a concentração de pessoas, como a da rampa de voo livre e do casarão do Parque Lage, onde funciona a Escola de Artes Visuais (EAV). Já os cafés, bares, restaurantes e lojas funcionam normalmente.

Por enquanto, o acesso ao Cristo Redentor e o uso de cachoeiras, duchas, reservatórios, pequenas lagoas e a realização de confraternizações nas áreas abertas não são permitidos. O mesmo acontece com os mirantes e as áreas de convivência ao ar livre (os espaços para piquenique e churrasco, por exemplo). Para informar a população, o parque está todo sinalizado com cordões de isolamento nas áreas onde não estão permitidas a circulação. Nele também serão instalados banners com regras gerais para o funcionamento do parque. Também serão oferecidas orientações para as operadores de turismo que atuam nos limites da unidade de conservação.

A unidade de conservação carioca é administrada pelo ICMBio. Foto: Marco Terranova

 

Segundo informações do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), responsável pelo parque Nacional da Tijuca, a unidade de conservação carioca  é a campeã de visitas no Brasil. Só no ano passado recebeu quase três milhões de pessoas. Desde março, a visitação aos parques nacionais e às demais unidades de conservação estava suspensa em função da pandemia do Covid-19.

Além do Parque Nacional da Tijuca, quatro outros parques brasileiros foram reabertos em junho. Caso do Aparados da Serra e da Serra Geral, no Rio Grande do Sul, e dos parques de Brasília (DF) e o de Foz do Iguaçu (PR).

 

Foto do destaque: Ruta Chile SPA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: